Kretzer

Hoje em dia, é comum a necessidade de adaptação de imóveis de arquitetura residencial a uma nova atividade comercial. No entorno da edificação adaptada, no alto da Rua Barão de Batovi, no Centro de Florianópolis, há vários exemplos de boa arquitetura residencial. Casas que foram construídas nos anos 60 e 70. Essas obras são prova de um período de clareza formal e boa investigação por parte dos arquitetos, em que se buscava incorporar a transparência na relação entre interior e exterior. Geralmente as plantas baixas desses projetos mantêm um diálogo peculiar com o terreno, criando espaços internos dotados de muita vitalidade. Também se encontra nas edificações dessa região brises de desenhos muito leves, comumente formando uma suave retícula, que caracterizam a linguagem arquitetônica destas obras. A grande maioria dessas residências está coberta por lajes impermeabilizadas ou coberturas escondidas por suas platibandas, ressaltando a ausência de telhados aparentes. Dentro deste contexto nasce nossa intervenção que visa integrar-se neste panorama. Logicamente, o programa de uma edificação comercial é bem distinto de uma residencial, e a adaptação implicou na necessidade de um grande aumento de área. Tentamos manter, em forma de luz, aquilo que antes foi um pátio interno, gerador de um dinamismo central. Das edificações vizinhas, podemos transpor a ideia dos brises para um novo forro, que dá unidade à loja, tentando manter o uso destas finas reticulas de madeira. Sempre importante para os novos negócios, procuramos imprimir uma nova personalidade à edificação, que agora abriga uma loja de mobília, a partir de uma grande estrutura em madeira de reflorestamento em sua fachada. Recebeu menção honrosa no 1º prêmio Arquitetura Catarinense, realizado pela AsBEA-SC, em parceria com o IAB-SC, na categoria arquitetura corporativa.